PROFESSOR

PAULO CESAR

PORTAL DE ESTUDOS EM QUÍMICA
 

DICAS PARA O SUCESSO NO VESTIBULAR: AULA ASSISTIDA É AULA ESTUDADA - MANTER O EQUILÍBRIO EMOCIONAL E O CONDICIONAMENTO FÍSICO - FIXAR O APRENDIZADO TEÓRICO ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS.

Home
Bico de Bunsen
Teor de Álcool na Gasolina
Segurança no Laboratório
Potenciais Redox
Eletrólise
Equação de Arrhenius
Propriedades Coligativas
Titulação do Amoníaco
Reações Químicas
Titulação do vinagre
Preparo de NaOH
Cinética Química
Reatividade de Metais
Lei de Graham
Equipamentos de Laboratório
Relatório

 

PADRONIZAÇÃO DO NaOH E DETERMINAÇÃO DA ACIDEZ DO VINAGRE

horizontal rule

    MATERIAL UTILIZADO
 

-    Bureta de 50 mL.
-    Garra de bureta.
-    Pipeta de 20 ou 10 mL.
-    Pêra de borracha.
-    Suporte universal.
-    Erlenmeyer de 250 mL.
-    Becker de 100 mL.
-    Funil.
-    Pisseta.
-    Provetas de 50 e 250 mL.
-    Vinagre.
-    Solução de hidróxido de sódio (NaOH) 0,1N.
-    Solução de ácido clorídrico (HCl) 0,1N.
-    Solução de fenolftaleína.
 

    PROCEDIMENTO
 

    PADRONIZAÇÃO DE NaOH.


FIGURA 1 - Montagem do Experimento.
 

1 -   Carregar a bureta de 50 mL com solução de NaOH 0,1 N.

2 -   Calcular a massa de Ftalato ácido de potássio (padrão primário) necessária para neutralizar completamente 25 mL da solução de NaOH  ~ 0,1 mol/L. Este volume corresponde a metade da capacidade da bureta, onde o erro é menor.

3 -    Pesar a massa calculada três vezes, com precisão de ± 0,1 mg e transferir para erlenmeyers previamente enumerados. Não é necessário pesar exatamente os mesmos valores de massa, variações de ± 2,0 mg são aceitáveis.

4 -    Dissolver os sólidos em 50 mL de água e adicionar 3 gotas de Fenolftaleína.

5 -    Adicionar lentamente a solução da bureta ao erlenmeyer, segurando e agitando-o com a mão direita, com a mão esquerda controlar a torneira da bureta. Anotar o ponto final da titulação. Repetir a titulação para os outros dois erlenmeyers. 


FIGURA 2 - Padronização do NaOH.

6 -    Anotar os valores de acordo com a TABELA 1.


TABELA 1 - mpp, volume de NaOH e normalidade de NaOH.

ERLENMEYER

mpp (g) VNaOH (mL) NNaOH
1                                                          
2                                                                           
3                                                             

NNaOH

                   

 

7 -   No caso de discrepância significativa entre os valores de normalidade, repetir as titulações tantas vezes quanto necessárias.
 

    DETERMINAÇÃO DA ACIDEZ DO VINAGRE.
 


FIGURA 3 - Montagem do Experimento de Determinação da Densidade do Vinagre.

1 -   Pesar com precisão de ± 1 mg 20 mL de vinagre e calcular a densidade do mesmo.

2 -   Pipetar três vezes 2 mL de vinagre para três erlenmeyers de 250 mL.

3 -    Adicionar cerca de 30 mL de água (medidos em proveta ) e de 5 gotas de fenolftaleína.

4 -   Carregar a bureta com solução de NaOH padronizada.

5 -    Adicionar ao erlenmeyer a solução de NaOH, gota a gota, com agitação constante, até a viragem do indicador. Observar e anotar a cor da viragem.


FIGURA 4 - Determinação da Acidez do Vinagre.

6 -   Repetir a operação. Não admissíveis diferenças superiores a ± 0,1 mL entre as três titulações.

7 -   Calcular a média entre os itens 5 e 6.

 

Home | Bico de Bunsen | Teor de Álcool na Gasolina | Segurança no Laboratório | Potenciais Redox | Eletrólise | Equação de Arrhenius | Propriedades Coligativas | Titulação do Amoníaco | Reações Químicas | Titulação do vinagre | Preparo de NaOH | Cinética Química | Reatividade de Metais | Lei de Graham | Equipamentos de Laboratório | Relatório

Este site foi atualizado em 19/01/11